SINOP, MT 08 de agosto de 2020

Frigoríficos anunciam retomada em MT

Frigoríficos anunciam retomada em MT
05/08 2015 09:46 Fonte: MARCOS LEMOS Diário de Cuiabá Imprimir

O governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PDT), construiu um entendimento com um dos setores mais importantes da cadeia econômica de Mato Grosso, a pecuária, que passará a partir de agora a ter uma alíquota única, na incidência do ICMS, descontados os incentivos fiscais e parte da produção destinada ao mercado internacional, que não incide cobrança de impostos e taxas. Os maiores grupos frigoríficos do Brasil – JBS e BRFoods - atuam em Mato Grosso, sendo que o primeiro é a segunda maior empresa do mundo no ramo.

As conversas do governador Pedro Taques teriam acontecido diretamente com o presidente global da JBS, Wesley Batista. “Demos um passo significativo para que o setor da pecuária continue investindo forte em Mato Grosso e mantendo o compromisso de gerar emprego, renda e dividendos, além de ampliar a produção de aves”, disse o governador Pedro Taques, estimando que o setor amplie sua atividade e consequentemente melhore a movimentação econômica e também a arrecadação de impostos. 

Taques reafirmou sua disposição em melhorar a relação com a indústria e o comércio, mas desde que com regras claras e que visem o desenvolvimento de regiões em Mato Grosso. O executivo Gilberto Tomazoni, que comanda o negócio global de aves da JBS, assegurou que o grupo já está em fase de migração para assumir o Frigorífico Anhambi em Tangará da Serra, 240 km de Cuiabá, e analisa a proposta de adquirir o União Avícola de Nova Marilândia, 214 km da capital. “Em Tangará da Serra no Anhambi queremos elevar de 70 mil aves/dia o abate para 300 mil/aves por dia. No União Avícola de Nova Marilândia em se confirmando o negócio a produção atual já é de 150 mil aves/dia e a segunda linha que está sendo implementada já eleva para 300 mil/aves por dia”, explicou o presidente da divisão de aves Gilberto Tomazoni. 

A JBS é uma das três maiores processadoras de carne de frango do mundo, ao lado de americana Tyson Foods e da brasileira BRF. A JBS diz que processa mais de 8,5 milhões de aves por dia em suas unidades nos EUA, Brasil e Porto Rico e exporta para mais de 100 países. 

A construção do entendimento foi fundamental, segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, Seneri Paludo, pois a JBS já sinalizava e desativava parte de suas atividades em Mato Grosso, e agora retomará os investimentos em parceria com o governo do Estado além de reforçar a parte de aves, hoje concentrada no Sudeste do Brasil. “Avançamos em todos os sentidos, na busca de equalizar os números tanto para o Poder Público como para o setor produtivo, pois o nosso interesse é atender Mato Grosso e a sociedade”, explicou Seneri Paludo. 

O setor da pecuária teve faturamento total de R$ 22,117 bilhões em 2014, dos quais R$ 14,55 bilhões foram tributáveis, ou seja, incidiram impostos, descontados 34,20% destinados à exportação e ao consumo interno, o que não permite a incidência de cobranças. Mesmo assim a pecuária recolheu R$ 337,72 milhões em impostos.