SINOP, MT 11 de dezembro de 2017

Comissão especial da Câmara para acompanhar transição no HRS se reúne com diretor técnico da unidade

Comissão especial da Câmara para acompanhar transição no HRS se reúne com diretor técnico da unidade

Comissão especial da Câmara para acompanhar transição no HRS se reúne com diretor técnico da unidade
30/11 2017 14:03 Fonte: Câmara Municipal de Sinop Imprimir

Diante da desistência da Fundação de Saúde Comunitária de Sinop em continuar administrando o Hospital Regional, a Câmara Municipal criou uma Comissão Especial para acompanhar o trabalho de transição da unidade para o Governo do Estado. Os trabalhos serão presididos pelo vereador Adenilson Rocha (PSDB) e terão a relatoria de Joacir Testa (PDT), além do acompanhamento dos membros Hedvaldo Costa (PR) e Joaninha (PMDB).

“Criamos uma comissão especial para acompanhar o processo transição desse contrato de saída da Fundação e entrada do Estado. Para isso, precisamos entender este processo para que possam ser garantidos os direitos de todos os funcionários e dos próprios médicos, e para que a população possa ser ouvida e assistida”, explicou Adenilson.

Já na manhã desta quarta-feira (22), a Comissão se reuniu com o diretor técnico Hospital Regional de Sinop e representante do corpo clínico, Leandro Rodrigues, que solicitou o encontro para transmitir as últimas informações. Segundo ele, no momento faltam insumos, medicamentos e alguns funcionários deixam de trabalhar pela insegurança causada pelo atraso sistemático de repasses financeiros do governo. Para manter o atendimento, há uma força-tarefa criada entre o Hospital Regional e a secretaria Municipal de Saúde para atender os casos de emergência.

De acordo com Rodrigues, há uma expectativa entre os 88 médicos do corpo clínico para que haja uma reunião, ainda nesta quarta, afim de acertar os detalhes da transição sem que os trabalhos precisem ser interrompidos.

“Fomos informados de que o Governo do Estado está vindo a Sinop para se inteirar dos problemas do Hospital Regional e nós também estamos na expectativa para saber como vai ser essa interação, para a gente fazer a fase da transição do corpo clínico para a nova administração do hospital regional”, explicou o médico.

Entenda o caso

A Fundação de Saúde Comunitária de Sinop assumiu o Hospital Regional de Sinop há quase dois anos. Depois de sofrer com atrasos nos repasses de dinheiro do Governo do Estado e até de passar por uma intervenção, no dia 16 passado a Fundação comunicou o Estado que vai interromper os trabalhos alegando uma dívida de aproximadamente R$ 27 milhões.