SINOP, MT 29 de maio de 2020

Abstenções, nulos e brancos passam de 40% no segundo turno em Cuiabá

Neste domingo, 25% dos eleitores de Cuiabá não compareceram às urnas. Para presidente do TRE-MT, número é um recado para a classe política.

Abstenções, nulos e brancos passam de 40% no segundo turno em Cuiabá
31/10 2016 20:18 Fonte: Do G1 Imprimir

Os percentuais de abstenções, votos nulos e brancos na eleição a prefeito de Cuiabá, no segundo turno, chamaram a atenção: 41,03%. Desse total, a maior parte é de abstenções. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 104.235 eleitores, que corresponde a 25,11%, não compareceram às urnas neste domingo (30). Confira a apuração completa na cidade.

O percentual de votos nulos também é significativo: 11,77%. Um total de 36.594 eleitores rejeitaram os candidatos Emanuel Pinheiro (PMDB), que foi eleito para o cargo, e Wilson Santos (PSDB, e preferiram anular o voto. Outros 4,15%, representados por 12.909 eleitores, votaram em branco. Somados, esse número, incluindo os que se abstiveram de votar, é de 153.738.

A presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), desembargadora Maria Helena Póvoas, o número é significativo. "Essa é a forma da população passar um recado para a classe política. A falta de propostas e o grande número de ataques e trucagens também deixa claro que a população não suporta mais os moldes da política", declarou a magistrada, logo após o final da apuração dos votos.

Ao todo, foram contabilizados 310.863 votos. Destes, 261.360, válidos.

No primeiro turno, somados, esses percentuais, de brancos, nulos e abstenções chegaram a 33,55%. No dia 2 de outubro, cerca de 22 mil eleitores a mais compareceram às urnas.

Eleito
Emanuel Pinheiro foi eleito com 157.877 votos, o que corresponde a 60,41% dos votos válidos. O outro candidato, Wilson Santos, do PSDB, recebeu 103.483 votos, que equivale a 39,59%.

No primeiro turno, Emanuel Pinheiro recebeu 98.051 votos, o que corresponde a 34,15% dos votos válidos. Já Wilson Santos teve 81.531 votos, o equivalente a 28,40%. Após perder no primeiro turno, a candidata do PRB, Serys Slhessharenko, declarou apoio a Wilson Santos. Os demais concorrentes ao comando do Executivo não apoiaram nenhum dos candidatos no segundo turno.