SINOP, MT 14 de julho de 2020

PMDB se torna a maior força política do Estado e terá Antonio Joaquim ao Governo

Com vitória em Cuiabá, agremiação se consolida no comando de municípios pólos e que representam quase 30% de todo eleitorado

PMDB se torna a maior força política do Estado e terá Antonio Joaquim ao Governo
31/10 2016 14:55 Fonte: RD News- Romilson Dourado Imprimir

Com a consolidação do PMDB como a maior força política do Estado, considerando que seus 15 prefeitos eleitos, incluindo o da Capital, representam municípios com praticamente 30% do eleitorado, o partido já dar o start rumo à sucessão de 2018. E, desde já, anuncia nos bastidores que terá como candidato a governador o hoje presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Antonio Joaquim, que deixará o órgão no próximo ano para encarar o teste das urnas. Antes de ocupar o cargo vitalício, Joaquim foi deputado estadual e federal e secretário de Estado.

O presidente regional do PMDB, deputado Carlos Bezerra, vem enfatizando que o partido tem compromisso em buscar um amplo arco de alianças e com prioridade à pré-candidatura de Joaquim. Considera-o preparado para o embate, possivelmente com o governador Pedro Taques (PSDB), que tende a buscar a reeleição.

Bezerra se mostra empolgado porque a legenda peemedebista sai das urnas de 2016 fortalecida, especialmente em cidades pólos. Pelo PMDB, conquistaram a reeleição Beto Farias, primo de Antonio Joaquim e prefeito de Barra do Garças, Fábio Junqueira, em Tangará da Serra; e Asiel Bezerra, em Alta Floresta. A prefeita eleita de Sinop, na capital do Nortão, Rosana Martinelli é do PR, mas sua vitória entra numa espécie de "cota" do PMDB por causa da influência e do peso eleitoral do prefeito peemedebista Juarez Costa.

Segundo informações de bastidores, vários prefeitos, desde já, firmaram compromissos políticos de apoiarem Joaquim para o governo estadual, inclusive de outras legendas, como é o caso de Mauro Rosa, o Maurão (PSD), reeleito em Água Boa.  Alguns deputados e vereadores também estariam fechados com o PMDB, visando o pleito de daqui a dois anos.

Comenta-se, em privado, que a candidatura vitoriosa de Emanuel Pinheiro em Cuiabá fora "costurada" por Antonio Joaquim. Por isso, em retribuição, o prefeito eleito da Capital se empenhará para viabilizar o projeto político liderado pelo conselheiro rumo ao Palácio Paiaguás. Pelo visto, a pré-campanha de 2018 já começou a partir desde domingo, com o resultado das urnas de segundo turno na Capital.