SINOP, MT 27 de fevereiro de 2021

Martinelli criará Plano de Arborização

Martinelli criará Plano de Arborização
27/09 2016 16:39 Fonte: Folha Max Imprimir

Candidata a prefeita de Sinop, Rosana Martinelli (PR), criará o Plano de Arborização de Sinop com objetivo de melhorar a qualidade de vida da população. A proposta está contida no eixo 4 do Plano de Governo da candidata dentro das ações a serem realizadas pela pasta de Meio Ambiente. Os 2 viveiros da cidade permitirão a transferência de mudas para pontos estratégicos, como locais de grande circulação de pessoas.

A ação de plantio de mudas será ampliada na gestão de Rosana. Nos últimos anos o projeto Escola Verde, que visou o plantio em áreas das unidades escolares, beneficiou os estudantes e funcionários da rede da educação. Somente esse ano foram 1.030 mudas plantadas. Prédios da rede de saúde também estão contempladas pelo projeto.

Criação do Plano de Arborização permitirá ampliar o plantio, identificando a partir de diagnóstico mais aprofundado onde poderão ser plantadas árvores. Devido às temperaturas altas da cidade é fundamental a arborização, que proporciona sombra e absorção de calor por parte das árvores. Além disso, a cidade se torna mais agradável aos moradores. As mudas serão retiradas do Parque Florestal e do Viveiro Municipal.

Em sua gestão, Rosana também irá criar o cargo de Fiscal Ambiental para atender as demandas de fiscalização de queimadas, terrenos baldios, licenciamento e crimes ambientais. Como prevê a legislação, apenas servidores de carreira podem fiscalizar e por isso, torna-se necessário a abertura de concurso. A contratação de fiscais ambientais permitirá intensificar as ações do Sinop sem Fogo, projeto premiado e de destaque por seus resultados positivos.

O número de brigadistas anualmente durante o período proibitivo de fogo também será ampliado e o objetivo é atender melhor a demanda urbana em relação às queimadas. Em média, são registrados 350 focos de queimada por ano em Sinop, número reduzido drasticamente se comparado aos números do passado. No auge das queimadas na cidade eram cerca de 4 mil focos por ano. Sinop sem Fogo tem 4 frentes de atuação: combate à incêndio, prevenção, fiscalização de terrenos baldios e limpeza.

Resíduos Sólidos

Na gestão 2017-2020 Rosana pretende desenvolver diversas ações relativas à Política de Resíduos Sólidos em Sinop. Inicialmente, a empresa vencedora do processo licitatório em curso para gestão do lixo será cobrada para construção do aterro sanitário. A futura concessionária será responsável pela coleta, destinação e tratamento dos resíduos.

Após estas etapas, a candidata tem como meta implantar a Coleta Seletiva de Lixo em Sinop, criando cooperativa e gerindo sustentavelmente os resíduos sólidos na cidade. Partindo de exemplos como o projeto desenvolvido em Lucas do Rio Verde, Rosana tem como objetivo atender a Política Nacional de Resíduos Sólidos e assim oferecer mais qualidade de vida à população.