SINOP, MT 19 de outubro de 2018

Pai é preso quatro anos após estuprar e engravidar filha de 13

Adolescente foi abordada pelo pai quando estava enrolada em uma toalha. Gravidez só foi notada cinco meses depois do abuso pela mãe da menina.

Pai é preso quatro anos após estuprar e engravidar filha de 13
05/04 2016 15:13 Fonte: Do G1 Imprimir

Um homem de 39 anos foi preso nesta segunda-feira (4) em cumprimento de mandado de prisão preventiva na cidade de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, por estuprar e engravidar a filha adolescente. O crime ocorreu há quatro anos, quando a menina tinha 13 anos. Em depoimento, à polícia, a adolescente disse à época que o pai manteve relação sexual com ela uma vez. A criança, que tem com o pai, o próprio avô, nasceu e tem dois anos.

De acordo com as investigações da Polícia Civil, o abuso ocorreu em dezembro de 2012, quando a mão da adolescente estava viajando. À polícia, a menina contou que estava saindo do banheiro enrolada em uma toalha, quando o pai a abordou e a estuprou.

A gravidez só foi notada cinco meses depois do abuso. A mãe da menina estranhou que a barriga da filha estava crescendo e, ao passar a mão na barriga, sentiu o bebê mexer. Ao ser questionada, a menina revelou o estupro cometido pelo próprio pai.

Em seguida, a mãe da adolescente procurou a Delegacia Especializada dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica) para denunciar o pai da garota. Ele só teve o mandado de prisão decretado em função do crime em 2013, com a conclusão do inquérito da Polícia Civil, mas conseguiu fugir e passou anos foragido, até ser preso nesta segunda-feira. Hoje, a criança fruto do estupro tem dois anos de idade.

De acordo com a Polícia Civil, o pai da adolescente fugiu assim que soube da investigação pelo abuso. Ele passou por cidades no estado de Goiás e foi encontrado no Distrito da Voadeira, em Barra do Garças. De acordo com a Polícia Civil, ele deve ficar preso na cadeia pública daquela cidade, até ser transferido para Cuiabá.